#Crítica: Bohemian Rhapsody chega para celebrar a vida e obra de Freddie Mercury e te levar aos prantos

Bohemina Rhapsody chega hoje aos cinemas de todo o Brasil, com a promessa de te levar a batucar na cadeira no ritmo do rock’n roll clássico e com os olhos cheios de lágrimas, este é o filme biográfico de Freddie Mercury, vocalista da banda de rock Queen.

O filme conta a trajetória do início de uma das mais emblemáticas banda de rock que o mundo já teve, com uma das maiores vozes, Freddie que no começo foi rejeitado pelos companheiros da banda por ter muitos dentes, mostrou que seu potencial vocal, nada tinha a ver com a quantidade de caninos ou superiores na sua boca. O longa mostra a batalha de gravar o primeiro single, de convencer executivos a tocar sua música, até a consagração ao tocar no Rock in Rio (uma das suas maiores plateias) e ao se apresentar no Live AID, cantando para a princesa Diana.

Mas quem vê a história assim, imagina que foi só dias de glórias e vitórias, mas a verdade é que a vida de Freddie foi marcada pelo preconceito, pela dor e pela solidão, as drogas e as bebidas foram seus maiores e melhores amigos, junto com algumas pessoas que só tentaram levar vantagem em cima da fama e prestígio do cantor, com estas fases ruins, é impossível não se condoer e se emocionar com a vida que era fora dos palcos.

Brigas, shows, música, estúdio, tudo isso é apresentado na tela do cinema, junto com uma excelente seleção de músicas que vão te levar junto à viagem pela década de 1980. Regado ao bom “We Will Rock You” você vai sair batendo palmas e cantando junto. Separe o lenço de papel e grude na cadeira do cinema.

Deixe seu comentário!

Andy Santana

CEO do Soda Pop, fotógrafo, inquieto, formado em moda e que ama música. Não exatamente nesta mesma ordem!

Andy Santana has 2850 posts and counting. See all posts by Andy Santana

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: