#Crítica: Sense8 finaliza ciclo com uma epifania de Amor

A série original da Netflix Sense8, chegou ao fim nesta sexta-feira (8) com o episódio mais longo de suas temporadas, com um pouco mais de 2h30 a série se despede dos fãs que conquistou ao longo deste tempo, principalmente os brasileiros, país onde Sense8 teve a maior audiência.

(Divulgação)

O episódio final não desagradou aos fãs da saga dos 8 senseties que possuem a capacidade de se comunicar através da mente, teve celebração do amor, casamento, beijo, suspense, aventura, tiro, porrada e bomba. A Netflix merece os parabéns por ter uma série que aborda as diferentes formas de amor, seja ela monogâmica ou poligâmica, entre homens, mulheres ou homem e mulher, o conteúdo que vai além da ficção, traz o debate sobre como as coisas acontecem ao redor do mundo e como lidamos direta ou indiretamente.

O sucesso se deve pelas formas como nos conectamos aos personagens, seja passional ou pelo senso de justiça. O final desmembra toda a cadeia por trás da perseguição ao qual o grupo sofre por diferentes frentes de batalha, a guerra que não foi iniciada por eles, tem de acabar. Emocionante, o grupo de 8 sensibilidade e múltiplas habilidades deixará saudades em seus eternos fãs.

Deixe seu comentário!

Andy Santana

CEO do Soda Pop, fotógrafo, inquieto, formado em moda e que ama música. Não exatamente nesta mesma ordem!

Andy Santana has 6690 posts and counting. See all posts by Andy Santana

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: