#Entrevista: 10 perguntas para Lary

Lary, como é conhecida pelo grande público, começou a carreira musical em 2016 e logo emplacou um sucesso na novela da Rede Globo, de lá pra cá amadureceu, cresceu e acaba de lançar novo EP “Um Quarto (1/4)”, ela que esteve em São Paulo resolveu responder 10 perguntas sobre seu novo momento e novidades.

Soda Pop: Lary você começou a carreira em 2016 e logo emplacou música na novela da Globo, como avalia o começo da sua carreira?
Lary: Foi muito especial, eu tive o apoio de muitos fãs e consegui conquistar muitas coisas logo no início, foi muito importante pra mim ter a música na novela, algo muito impactante e que me trouxe muitos números. Trouxe uma divulgação muito maior, e isso foi especial. Continuo trabalhando muito para que isso continue acontecendo.

SP: Além de cantar você compõe, de onde vem suas inspirações e quais são suas referências?
Lary: Eu não sei dizer de onde vem minhas inspirações, eu acho que surgem de histórias de amigos, histórias vividas por mim, coisas que vejo na internet, tudo acaba virando inspiração. Quando a gente está nesta vibe de escrever pra caramba, uma frase que alguém fala pra você, você já pensa: isso dá música. Então acaba que a gente fica ligado e atento à tudo e em todos os temas que possam surgir no nosso dia a dia.

Em minhas referências musicais eu tenho a Ariana Grande, da qual gosto muito do trabalho e inclusive ela está com a nova turnê e está incrível!. A Anitta com certeza é uma referência por tudo o que ela está fazendo e levando a nossa música lá pra fora. Beyoncé e Rihanna, todas elas são ótimas referências.

SP: Este ano você resolveu inovar partindo para 4 EPs ao invés de um álbum, como surgiu e o por que desta ideia?
Lary: Inicialmente tínhamos a ideia de gravar um álbum, ficamos pensando muito nisso e em como fazer. Eu sempre tive muita vontade de gravar um álbum, mas não sabíamos se estávamos no momento certo de lançar logo 10/12 músicas de uma vez. E foi numa conversa com um grande amigo que é do meio, que surgiu a ideia de dividir este álbum em EPs, o que causa mais interesse e expectativa nas pessoas. E é algo diferente, o mercado hoje pede que arrisquemos mais e que aposte no diferente.

A princípio todos os EPs saem este ano, temos esta ideia. Mas também estamos muito abertos para ver como as coisas acontecem, as vezes em um EP mais de uma música será trabalhada, temos o projeto de 4 EPs a serem trabalhados, e talvez vá até o início do ano que vem.

Lary (Ph: Andy Santana)

SP: Em “Ressaca” você fala: “dessa água não bebereis”, já cometeu este erro? Se tornou um vício?
Lary: Olha! Eu cometo tanto este erro (rs), eu queria parar de cometer, mas “Ressaca” representa minha vida de verdade. E se tornou um vício (rs).

SP: Seu EP está com uma sonoridade eclética, podemos esperar esta mistura nos próximos trabalhos?
Lary: Sim, com certeza. Estou me redescobrindo musicalmente a cada dia. E a cada dia eu consigo passar mais verdade com as minhas músicas, não que tudo o que eu tenha feito não seja a minha verdade, mas hoje eu acho que a minha verdade é essa e eu pretendo dar continuidade da mesma forma para os próximos EPs.

SP: Você já teve participações com diversos artistas e seu atual single de trabalho é um feat com o coletivo de rap 3030, tem alguém que gostaria de gravar?
Lary: Tem muitas pessoas, ainda mais nessa minha nova sonoridade, eu tenho muita vontade de gravar com a Clau, com a Cynthia Luz, com o Lucas Carlos. Tem muitos artistas que eu tenho vontade de gravar e até mesmo que não seja desse meio, por exemplo a Marília Mendonça com quem tenho muita vontade de trabalhar. Eu tenho uma lista enorme de pessoas que eu quero gravar.

SP: Podemos esperar colaborações nos próximos trabalhos ou algum feat. com outro artista?
Lary: Podem sim, eu já estou conversando com alguns artistas amigos, mas ainda não tem nada confirmado.

SP: Você sempre faz clipes bem trabalhados, como vê a importância do audiovisual no seu trabalho?
Lary: O artista tem que trabalhar todo o conjunto, tanto a música quanto a imagem. As pessoas gostam de ter uma imagem formada daquela música, e quando a gente já dá isso pronto para o público, as pessoas ficam muito mais entretidas. Ficam muito mais satisfeitas com o resultado.

SP: Ainda sobre clipes, pretende fazer um visual álbum?
Lary: Sim! Desse EP “Um Quarto (1/4)”, pra fazer algo diferente eu lancei além do clipe de “Mapa Astral” que já tinha saído com o 3030, eu divulguei dois vídeos conceitos das músicas “Vício” e “Ressaca”, que acabaram quase que se transformando em clipes.

SP: Quais são os próximos passos da Lary?
Lary: Os próximos passos são: definir as músicas dos próximos EPs – porque músicas a gente já tem muitas, mas é uma escolha muito boa, um momento muito bom. Acho que é a parte que eu mais gosto do trabalho, a parte de produção musical e definição de repertório. E além de todo este projeto do EP, temos a reformulação do show, que agora vem com banda.

Deixe seu comentário!

Andy Santana

CEO do Soda Pop, fotógrafo, inquieto, formado em moda e que ama música. Não exatamente nesta mesma ordem!

Andy Santana has 4547 posts and counting. See all posts by Andy Santana

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: