#Entrevista: Wanessa Camargo revela projeto audacioso de shows em teatros

Wanessa Camargo começou 2019 com o pé direito. A cantora participou na última sexta-feira (15) de uma coletiva de imprensa para revelar detalhes de seu novo single “Muñeca Plástica” em parceria com a cantora mexicana Brisa Carrillo.

A música que fará parte da trilha sonora de encerramento da série “Como Dice El Dicho” (como a Malhação aqui no Brasil), e que tem Brisa como uma das atrizes principais, é uma das principais porta de entrada para a diva no mercado latino, principalmente o mexicano, que vem sendo explorado pela também cantora brasileira Anitta.

Wanessa que já tem uma relação de muitos anos com o reggaeton e com a música latina, vem estreitando este relacionamento, principalmente com a amiga Maitê Perroni, ex-RBD e que já dividiu várias vezes o palco em shows, porém ainda não surgiu a oportunidade de uma parceria. “Vamos fazer alguma coisa com o México, sem uma pretensão gigante de vou fazer de tudo para estourar no México. É uma intensão de começar um trabalho e cavando oportunidade.

Questionada sobre os planos futuros, Wan falou sobre a sonoridade que trabalhará nesta nova fase de sua carreira “ainda mais nesse momento musical que eu começar a entrar agora, que tem muito a ver, com o mercado latino“. “Em breve vocês vão poder conferir“, a cantora prometeu trabalhos novos ainda para este semestre.

Eu poderia lançá-las amanhã, só que eu não quero lançar uma música jogada e esperar que algum milagre aconteça. Então a gente precisa ter uma definição de marketing, quanto se investe, se vai estar em rádio, se vai ter um videoclipe … trabalho eu já estou com um monte pronto pra fazer e realizar, então só estou esperando esta definição de gravadora, patrocinadores, mas não passa deste ano. As coisas estão caminhando, talvez um pouco mais lento do que eu esperava e queria”. Wanessa comentou sobre o porque de ainda não ter lançado material novo, já que seus fãs vivem pedindo.

Sobre o novo show, Wanessa Camargo se demonstrou uma camaleoa, em que sente a necessidade de mudar sempre, “as coisas pra mim precisam mudar, trazer coisas novas. Fazer mais um show com as mesmas músicas, só mudar o ballet e um pouco o arranjo, me cansa. Então eu quero criar uma experiência nova, criar alguma coisa diferente em que as pessoas fossem ao show musical, mas que tivesse outros tipos de emoção. E é para este ano também, a gente já está fazendo o roteiro. Como o roteiro é algo que tem que ser bem trabalhado, se conseguir é para o segundo semestre, essa turnê. Não quer dizer que eu não vá fazer shows, como o show de Curitiba.” este projeto ela está fazendo em parceria com o Pablo Falcão.

Sobre participação nas redes sociais, ela disse que detesta ficar postando a sua rotina, porém não descarta a possibilidade de lançar formas de se comunicar com as pessoas, criar conteúdos musicais para divulgar em seu canal ou criar uma nova rede social para interagir cada vez mais com os fãs. São projetos que podem e devem ser amadurecidos, como a ideia de uma plataforma de streaming em que o fã paga uma pequena mensalidade para ter acesso a conteúdos exclusivos.

Deixe seu comentário!

Andy Santana

CEO do Soda Pop, fotógrafo, inquieto, formado em moda e que ama música. Não exatamente nesta mesma ordem!

Andy Santana has 4257 posts and counting. See all posts by Andy Santana

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: