#Livro: 6 regras de Donald Trump para ser um “sobrevivente do sucesso”

No guia da ascensão profissional “Todo mundo odeia um vencedor – Aprenda como chegar ao topo e permanecer lá”, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, se auto intitula um sobrevivente do sucesso e relata com riqueza de detalhes episódios da sua bem-sucedida vida empresarial. O título, publicado pela primeira vez em 1990, ganha nova edição em português da Citadel Editora e coprodução do jornalista o Charles Leerhsen.

1 – Seja disciplinado: Disciplina é algo que aprendi observando meu pai, Fred Trump, o tipo de homem que mantém o rumo nos bons e maus momentos. Essa é a chave para permanecer no topo. Significa ir para o trabalho todas as manhãs (como meu pai ainda faz) e fazer constantemente as coisas que você sabe que vão dar resultado.

2 – Seja honesto: Mesmo que o mundo em volta muitas vezes seja desonesto. Apesar de minha abordagem ousada e por vezes arrogante, eu sigo as regras. Confiro os mínimos detalhes. Há motivos práticos para eu permanecer correto. A esta altura, dinheiro algum que eu pudesse ganhar com trapaça justificaria o risco de perder tudo pelo que trabalhei em minha carreira. Meu nome e minha reputação são muito importantes para mim. Trata-se de ser incrivelmente vigilante.

3 – Não pense que é tão esperto que pode fazer sozinho: Tenho um grande ego. Toda pessoa bem-sucedida tem. Embora me envolva em alguma medida em todos os aspectos dos meus negócios, não poderia dar conta de tudo sozinho mesmo que quisesse, ou pelo menos não conseguiria sobreviver muito tempo assim. Portanto, me cerco de gente boa e me dou ao luxo de confiar nelas.

Leia Também: Maurício – A História Que Não Está no Gibi

4 – Esteja disponível embora corra o risco de desperdiçar muito tempo: Recebo tantas cartas e pacotes todos os dias que a entrada do meu escritório às vezes parece a agência central dos correios. Conheço celebridades que entregam tudo para um serviço de correspondência que não faz nada além de mandar fotografias (…) e cartas impressas. Não tenho esse luxo porque o correio é importante para mim. E não faz muito tempo, um dos principais construtores do Japão escreveu sugerindo um projeto para construção de uma Trump Tower no Extremo Oriente, oferendo muitos milhões de dólares apenas pelo uso do nome. Por último, o principal motivo para eu não ignorar quem me escreve cartas é que a vasta maioria é gente boa e merece uma resposta atenciosa.

5 – Fique perto de casa: É uma verdade simples, mas muito valiosa, reconhecer que o mundo não muda de repente quando você chega ao sucesso. O que todo mundo odeia um vencedor o leva ao topo em geral é o que vai mantê-lo lá, e pouquíssimas pessoas chegam lá sem dar duro por muitas horas todos os dias. Em geral, minha filosofia é ficar o mais próximo possível de casa. Viajar consome tempo e, na minha opinião, é chato – especialmente se comparado com o quanto me divirto fazendo negócios no meu escritório. Nunca conseguirei entender as pessoas que dizem que, se tivessem muito dinheiro, passariam o tempo todo viajando.

6 – Seja flexível: Falo muito de a negociação ser uma arte, mas organizar a agenda também é uma forma de arte menor em si, especialmente quando você é levado em várias direções. O que eu e Norma (assistente executiva de Trump) sabemos é que, quando se trata de planejar meu dia, há uma enorme diferença entre dar duro e ser um workaholic enlouquecido. Trabalho da manhã à noite, mas tento garantir bastante espaço vazio na agenda. Os espaços em branco na minha agenda não representam tempo perdido. Não estar com a agenda fechada permite que eu tenha ideias em vez de simplesmente reagir aos problemas dos outros.

Livro: Todo mundo odeia um vencedor – Aprenda como chegar ao topo e permanecer lá
Autor: Donald Trump 
Editora: Citadel Editora
Preço: R$42,90
Página: 336

Deixe seu comentário!

Andy Santana

CEO do Soda Pop, fotógrafo, inquieto, formado em moda e que ama música. Não exatamente nesta mesma ordem!

Andy Santana has 4729 posts and counting. See all posts by Andy Santana

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: