#Moda: Osklen vende máscara à R$ 147 e causa revolta

Em um momento de pandemia, onde várias marcas e artistas se solidarizam em ajudar o próximo, a marca carioca Osklen, causou polêmica ao divulgar uma ação de “combate” ao Covid-19 e auxílio às família necessitadas da comunidade do Jacarezinho, na Zona Norte do Rio de Janeiro.

A ação consistia na venda de máscaras com estampas exclusivas da coleção da Osklen, confeccionadas em 100% algodão, pelas costureiras que estão em período de isolamento social, no valor de R$ 147 e em parceria com o Instituto-E. A cada pack vendido até o final de maio, a Osklen doaria 1 cesta básica para a comunidade.

Leia Também: Khloé Kardashian doa 35 mil máscaras N95 para hospitais americanos

O que causou grande revolta na internet, foi o fato de muitas costureiras estarem doando máscaras ou vendendo a preço de custo, para não só ajudar no combate mas também a ser um auxílio no sustento e manutenção da casa. Custando o valor de R$ 147 reais e levando em consideração que o preço de uma cesta básica sai em média uns R$ 70, a marca teria um lucro de mais que o dobro do valor doado.

Algumas celebridades como o Rafinha Bastos, usou seu canal e sua influência para se manifestar contra a ação da marca carioca. “Surge uma marca, chamada Osklen, que é um nome alemão, que traduzido para o português é: bando de arrombado“. Confira no vídeo.

(Reprodução)

No site da Osklen o produto não se encontra mais disponível.

Deixe seu comentário!

Andy Santana

CEO do Soda Pop, fotógrafo, inquieto, formado em moda e que ama música. Não exatamente nesta mesma ordem!

Andy Santana has 6504 posts and counting. See all posts by Andy Santana

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: