#Música: Conheça Bernardo do Espinhaço, novidade da MPB

O cantor Bernardo do Espinhaço, lançou o terceiro disco de uma trilogia que o caracteriza como autoridade na Música Popular da Montanha “Tardhi” como definiu um crítico especializado. Por música da montanha não imagine que será um arranjo de sonoridades da natureza. A música de Bernardo do Espinhaço enaltece a vida de montanhista que leva – não à toa ganhou a alcunha de cantor dos montanhistas/mochileiros -, em odes à liberdade do vento sobre arranjos tão belos quanto intricados.

A versatilidade vem de sua capacidade de multiinstrumentista. No trabalho ele toca violão, acordeon, piano e flauta, e o enriquece com viola caipira, ukelele e o que mais couber na canção. Seus dois discos anteriores – “O Alumbramento de um Guará Negro em uma Noite Escura” e “Manhã Sã” ficaram em diversas votações especializadas entre os melhores trabalhos de seus respectivos anos de lançamento. Este “Tardhi” é seu disco mais…pop. Por pop não entenda trabalho mais comercial. As canções continuam com o mesmo apuro em arranjos e composições.

Mas a mistura pop, indie rock com MPB e Clube da Esquina causa uma crocância especial logo de cara, em “Boralá”, quando ukelele dita o tom e uma guitarra em slide e acordeon ornam a melodia. O inusitado clipe, aliás, foi lançado de maneira inovadora no stories do Instagram em colaboração coletiva de 100 pessoas espalhadas pelo globo.

Deixe seu comentário!

Andy Santana

CEO do Soda Pop, fotógrafo, inquieto, formado em moda e que ama música. Não exatamente nesta mesma ordem!

Andy Santana has 6703 posts and counting. See all posts by Andy Santana

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: