#Música: Skank lança terceiro EP do projeto “Os Três Primeiros”

O título remete ao gênero mais brasileiro e a uma cidadezinha de 30 mil habitantes no interior do Mato Grosso. A arte do terceiro disco – e terceiro EP – da tríade que compõe “Os Três Primeiros”, gravado ao vivo no Circo Voador, homenageia a estética da Hollywood Brasileira, a Atlântida e seus tradicionais cartazes. É tudo sobre aquele eterno quase gigantismo brasileiro. Que se tornou gigante de fato com esses elementos tão nossos, em “Samba Poconé”.

O disco vendeu mais de 1,8 milhão de cópias. Teve música no álbum oficial da Copa do Mundo de 1998 (“É Uma Partida de Futebol”), levou o Skank a turnê por 16 países e a rodar o Brasil três vezes com o mesmo álbum. “Foi quando chegamos a um ponto em que percebemos: ‘Bom, maior que isso simplesmente não dá para ficar’”, diz Samuel Rosa.

Além de “É uma Partida de Futebol”, é o disco que traz “Garota Nacional”, “Tão Seu”, “Eu Disse a Ela”, “Zé Trindade”, “Sem Terra”, “Os Exilados” e “Poconé”, todas no EP 3. “Samba Poconé”, dado o sucesso de “Calango”, é quase a prova do segundo disco. “Tem muita gente que acha que o Skank começa com ‘Calango’, pela falta de hit do primeiro”.

Deixe seu comentário!

Andy Santana

CEO do Soda Pop, fotógrafo, inquieto, formado em moda e que ama música. Não exatamente nesta mesma ordem!

Andy Santana has 2809 posts and counting. See all posts by Andy Santana

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: