Resenha: Beijo de Borboleta

A autora Vanessa Guimarães nos convida a uma investigação no Sul do país, mais especificamente em Florianópolis, o crime? O desaparecimento de uma criança enquanto dormia. Suspeitos? Poucos… Até a chegada da perspicaz inspetora Joanna Guivel.

Com uma escrita leve e compassada, “Beijo de Borboleta” é um daqueles livros que te faz perder horas de sono, porque sempre existe a desculpa: “só mais um capítulo“. A história gira em torno da família de Celina, uma adolescente que carrega traumas e bloqueios que precisam ser curados.

Leia Também: Resenha: Você Está Sendo Vigiado

Misturando diferentes culturas e crenças, Vanessa propõe um passeio rápido pela região Sul, com pistas não só para a polícia mas também para o leitor, que se for um discípulo de Agatha Christie, desvenda o mistério rapidamente, mas ainda sim, a trama prende até os últimos capítulos.

O livro tem ótimos pontos positivos: dinâmico, rápido, inteligente e é uma porta para o suspense policial nacional. O único ponto negativo que eu destacaria seria o desfecho final, que poderia ter um pouco mais de ação ou ser até um pouco mais carregado na dramaticidade.

Vanessa Guimarães é aquela autora para se ficar de olho, os próximos trabalhos dirão para qual direção devemos segui-la.

Livro: Beijo de Borboleta
Autora: Vanessa Guimarães
Editora: Grupo Editorial Coerência
Avaliação: 4/5
Página: 224

Deixe seu comentário!

Andy Santana

CEO do Soda Pop, fotógrafo, inquieto, formado em moda e que ama música. Não exatamente nesta mesma ordem!

Andy Santana has 7684 posts and counting. See all posts by Andy Santana

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: