Resenha: Bubble Gum

Lolita Pille te faz perder preciosos minutos da sua vida ao ler a história de Manon em “Bubble Gum”. Os personagens centrais da trama alucinógena se concentram na garota do interior, que sonha em ser uma grande atriz em Paris (Manon) e em Derek, o poderoso e rico empresário, único capaz de dar asas a tal devaneio.

Uma história com passagens duvidosas, trama incoerente e desfecho absolutamente insano. Te faz repensar o que pode ter sido considerado “bom” ou “inovador” para este ter sido um best-seller de Lolita.

Leia Também: Resenha: O Inferno é Aqui

Manon, uma garota aspirante a subcelebridade de reality show da atualidade, se torna uma viciada inveterada, regada a festas, bebidas, medicamentos em um mundo paralelo, onde o Brad Pitt pode estar na mesma festa que você, mas sem estar.

Derek, um personagem desprezível e até desumano, proporciona um caminho sem volta e muitas vezes, sem roteiro, ao que eles escolhe como futuro à garota interrompida (perdão ao trocadilho como filme de Angelina Jolie).

Ainda não descobri o que mais me irritou no livro, se são os capítulos que não se conectam, se a trama pobre e confusa ou o final decepcionante. A certeza que tenho é que eu poderia ter aproveitado o tempo fazendo coisas mais interessantes como vendo uma série ou um filme de verdade.

Livro: Bubble Gum
Autora: Lolita Pille
Editora: Intrínseca
Nota: 1/5
Página: 272

Deixe seu comentário!

Andy Santana

CEO do Soda Pop, fotógrafo, inquieto, formado em moda e que ama música. Não exatamente nesta mesma ordem!

Andy Santana has 7714 posts and counting. See all posts by Andy Santana

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: