#Resenha: Na Minha Pele

Lázaro Ramos, homem, ator, escritor, humorista, negro, qualquer um destes e outros tantos adjetivos podem ser utilizados para descrever o ser humano incrível que utilizou de suas histórias, entrevistas e palavras para contar, não uma biografia mas sua batalha para diminuir e quiçá acabar com o racismo em nosso país.

O livro “Na Minha Pele” é dividido em duas partes: a primeira mais linear e histórica, descreve sua trajetória de forma divertida, com casos familiares e profissionais. Já a segunda etapa, aborda questões sobre o racismo e as formas de combate-los, através de relatos de seus entrevistados no programa “Espelhos”. Lázaro faz paralelos para ilustrar sua forma de pensar e suas convicções.

Leia Também: Resenha – O Inferno é Aqui

Por não se tratar de uma biografia propriamente dita, a leitura se torna cansativa e morna em algumas passagens, se arrastando em alguns capítulos. Porém a forma de contestar papéis, esterótipos e trabalhos, o ator aponta como nossos pensamentos retrógrados (digo num geral, mas não tentando generalizar) nos prendem num passado que tenta colocar o negro em posição de submissão e inferioridade, avesso ao avanço que o mundo caminha.

Olhar e fazer uma auto análise é tão importante quanto existir e resistir, a sociedade só vai mudar quando nossos pensamentos evoluírem e o Lázaro aponta caminhos e atitudes que podem encurtar esta caminhada dolorosa e muitas vezes marcante.

Livro: Na Minha Pele
Autor: Lázaro Ramos
Editora: Editora Fontanar
Nota: 2/5
Página: 152

Deixe seu comentário!

Andy Santana

CEO do Soda Pop, fotógrafo, inquieto, formado em moda e que ama música. Não exatamente nesta mesma ordem!

Andy Santana has 6510 posts and counting. See all posts by Andy Santana

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: