#Resenha: Noites de Tormenta

As previsíveis histórias de Nicholas Sparks se concretizam a cada novo romance lido. Carolina do Norte sempre é e (quase) sempre será o cenário escolhido para ambientar as tórridas histórias apaixonadas, e não seria diferente em “Noites de Tormenta”.

Adrienne Willis em seus 45 anos de vida, com filhos e uma casa para cuidar, se vê abandonada por seu marido, que escolhe viver com uma mulher mais nova. Precisando de dinheiro, de descanso e afim de repensar sua vida, aceita a oferta de uma amiga para cuidar da pousada por um final de semana. O único hóspede agendado para o período é o charmoso e atraente Dr. Paul Flanner, com seus 54 anos bem vividos, médico e a procura de resolver problemas do passado, nunca imaginaria que uma mulher e um FDS poderia mudar a sua vida.

Buscando resolver problemas com o filho, de um antigo paciente, Paul busca em Rodanthe descanso, paz e nunca pensaria num novo amor. Mas em meio a tempestade que assola o final de semana, Adrienne se mostra mais que uma anfitriã e mesmo com a possibilidade de uma vida feliz a dois, ele precisa partir em busca da reconciliação com seu filho. A separação é inevitável, mas até onde o amor é suficientemente forte para manter uma ligação com Adrienne? Será que o tempo vai resolver os corações apaixonados e até onde esta mudança poderá refletir na vida da recém-separada e de sua família? Não é um dos melhores romances de Nicholas, mas lhe garante uma vontade de desvendar o final.

Livro: Noites de Tormenta
Autor: Nicholas Sparks
Editora: Novo Conceito
Avaliação: 3/5
Página: 176

Deixe seu comentário!

Andy Santana

CEO do Soda Pop, fotógrafo, inquieto, formado em moda e que ama música. Não exatamente nesta mesma ordem!

Andy Santana has 6710 posts and counting. See all posts by Andy Santana

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: