Saiba quem é o diretor de TV que expulsou Sandy e Junior da emissora

O documentário “A História”, que conta a trajetória da dupla mais amada do Brasil: Sandy e Junior, chegou na última sexta-feira (10) na plataforma de streaming Globoplay. Com diversos depoimentos de artistas e parentes durante os episódios, teve um que deixou os fãs intrigados.

Xororó, o pai da dupla fez um depoimento que misturou mágoa e decepção, ao relembrar de um episódio em que seus filhos foram expulsos de uma emissora de TV, nos anos 1990 enquanto aguardavam para gravar um programa.

O quarto episódio do documentário aborda polêmicas e boatos envolvendo os artistas, neste trecho o sertanejo desabafou durante a entrevista. “Fala de mim, eu desculpo, mas falar do meu filho não. Eu não perdoo não. Tem umas mágoas do passado que não vão passar“.

Leia Também: Sandy e Junior revelam que o documentário é como “uma sessão de terapia”

O cara chegou: ‘Espera aí, por causa de Sandy & Junior tem segurança aqui? Aqui não tem bandido não, pode sair todo mundo’“, contou Xororó.

A equipe que acompanhava a dupla na gravação tentou intervir dizendo que os seguranças não estavam atrapalhando em nada, mas o diretor da emissora foi irredutível, e segundo o cantor ele ordenou: “Não quero saber de segurança aqui. Podem ir embora! Outra coisa, faz o seguinte: fale para os artistas que podem ir embora também!“.

Continuando o depoimento no episódio, Xororó disse com um misto de mágoa e raiva: “Quando a Noely [mulher de Xororó] me ligou contando isso, aquilo me subiu o sangue de tal maneira, fiquei tão nervoso que, no dia em que fui à emissora para fazer outro programa, a pessoa estava lá e eu chamei o segurança: ‘Fica perto de mim, segura a onda, porque esse cara vai levar uma porrada agora’“.

Chitãozinho tentou acalmar o irmão Xororó, mas o próprio cantor percebeu que não poderia defender os filhos daquela forma e tentou se tranquilizar: “Chitão falou: ‘O que você está falando?’. Eu falei: ‘Me deixa, o negócio aqui vai azedar!’. Depois eu pensei: ‘Não, o que eu estou fazendo? Eu sou artista também, eu não posso fazer…’. Eu fiquei tão revoltado, porque o que ele fez, expulsar meus filhos de lá, não pelo sucesso que eles eram, mas poxa, são crianças, né? Deixar fazer isso com crianças“.

Leia Também: Sandy & Junior em dose tripla na Globoplay

Não aguentando mais, o sertanejo com os olhos molhados de lágrimas e a voz embargada diz: “São essas mágoas que realmente ficam. Desculpa, mas mexer com filho da gente não pode não. Você se agiganta, você vira bicho“.

Após este episódio, os fãs da dupla começaram uma verdadeira caça ao diretor que expulsou a dupla. E começaram por eliminações, já que Sandy e Junior se apresentaram inúmeras vezes na Globo descartaram os diretores da emissora carioca, a partir daí foram para a concorrente SBT, pois desde 1996 os irmãos não aparecem na grade de programas do Silvio Santos.

O site NaTelinha investigou e chegou ao nome do Marcelo de Nóbrega, diretor de A Praça É Nossa e filho de Carlos Alberto de Nóbrega. A reportagem procurou Marcelo e o questionou se era ele o “cara” que deixou Xororó furioso. Marcelo de Nóbrega confirmou a história e revelou que deseja pedir desculpas ao cantor e à dupla.

Leia Também: Sandy revela que recebeu convites para musicais e Junior conta sobre voltar a cantar em turnê

Na ocasião, aconteceu isso sim. A história verdadeira foi que eles foram convidados por mim [para gravar A Praça É Nossa], inclusive, porque gosto muito deles, são muito queridos. Quando olho para fora, vejo chegando um ‘exército’ no SBT. Começou a entrar segurança atrás de segurança. Parecia que tinha chegado o presidente da República“, recorda Marcelo, em entrevista exclusiva ao NaTelinha.

Segundo a versão de Marcelo, a confusão se iniciou quando os seguranças da gravadora Universal Music, bloquearam o acesso do elenco da Praça é Nossa aos camarins. Inclusive ele relata que uma das atrizes que contracenaria com a dupla, não conseguiu passar o texto, prática comum antes de gravarem.

Ainda em entrevista ao site, Marcelo de Nóbrega, revelou que tem vontade de falar com Xororó para pedir desculpas, e hoje como pai ele entende e disse que teria a mesma reação que o sertanejo teve ao saber do ocorrido. “Eu penso em procurá-lo, mas tenho medo da reação dele. Eu me arrependi. Devia ter dado um soco na parede e quebrado os dedos e não fazer isso.” finalizou.

Deixe seu comentário!

Andy Santana

CEO do Soda Pop, fotógrafo, inquieto, formado em moda e que ama música. Não exatamente nesta mesma ordem!

Andy Santana has 6512 posts and counting. See all posts by Andy Santana

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: