100 anos da Semana de Arte Moderna e 200 anos de independência do Brasil, ganham exposições inéditas

Em 1822 o Brasil alcançou sua independência política e passou a ser Império, ato que influenciou a criação de novos símbolos culturais no País. Um século depois, um grupo de jovens artistas e intelectuais promoviam em São Paulo a Semana de Arte Moderna, movimento que abriu caminho para um novo momento na arte brasileira e que marcou o início do modernismo nacional. 100 anos mais tarde, o Farol Santander SP reverencia a história e a contemporaneidade ao realizar a grandiosa exposição Identidades – 22&22&22, que também trará obras que representam o cenário cultural atual.

A mostra será dividida em três andares e no Hall de entrada do icônico edifício no Centro paulistano. Com obras emblemáticas do Acervo dos Palácios do Governo do Estado de São Paulo e da Coleção Santander Brasil, mais de 100 trabalhos serão expostos em um total de 867m². A abertura ao público acontece em 22/02/2022 (terça-feira).

Leia Também: Beyond Van Gogh: Exposição Imersiva da Obra de Van Gogh chega ao Brasil

O mural Tiradentes (1948-1949), considerado uma das principais obras de Cândido Portinari, pela primeira vez sai do Memorial da América Latina e será exposto no Hall do Farol Santander. Jean-Baptiste Debret, Djanira da Motta e Silva, Tarsila do Amaral, Anita Malfatti, Ismael Nery, Victor Brecheret, Alfredo Volpi e Di Cavalcanti, outros nomes fundamentais para a arte e a cultura brasileira, também terão seus trabalhos exibidos nessa exposição inédita, cuja curadoria é assinada por Ana Cristina Carvalho, Carlos Augusto Faggin e Fernando Brandão.

Deixe seu comentário!

Andy Santana

CEO do Soda Pop, fotógrafo, inquieto, formado em moda e que ama música. Não exatamente nesta mesma ordem!

Andy Santana has 8211 posts and counting. See all posts by Andy Santana

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: