Alan Rocha é Balthazar em “Nos Tempos do Imperador”, novela das 18h da Globo

Alan Rocha, o premiado ator do musical “A Cor Púrpura”, da vida a Balthazar na nova produção das 18 horas da Globo, “Nos tempos do Imperador”, personagem que é um dos líderes da Pequena África, local que acolhe os negros após o comércio de escravos se tornar ilegal no país, a partir de 1831 (local hoje é a zona portuária do Rio de Janeiro). Balthazar ajuda no resgate de escravos refugiados ou alforriados que por lá chegam a procura de abrigo e emprego, organiza uma forma de resgatar estes negros antes de serem escravizados. O personagem, como o ator, é músico, e um trio de choro é criado com a chegada de outros refugiados no local, como Samuel, personagem de Michel Gomes.

Esse trio de choro formado pelo Baltazar (cavaquinho), com Samuel (violão) e Cariri (flauta), para mim, cria uma conexão com Pixinguinha, que frequentou muito as festas da Penha, bairro onde moro. Essa conexão também se dá a outros grandes chorões e ao inicio das formações desses grupos regionais de choro.“, declara Alan Rocha.

Leia Também: Resenha: Na Minha Pele

Músico de formação pela Escola de Música Villa-Lobos (RJ) e com Licenciatura em Música pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Alan Rocha costuma dizer : “A música está no meu gene por conta do meu avô que gostava de tocar sanfona“.  Mas foi ao participar da formação de grupos de pagode e da Orquestra Céu na Terra que a música permaneceu na sua vida.  Em 2019, em carreira solo, lançou o seu primeiro CD, “Alumiou”, que lhe rendeu elogios da crítica especializada e conta com a participação de cantor Diogo Nogueira. Em 2020, com o clipe da música que da nome ao álbum, que assina o roteiro, foi vencedor nas categorias Best Voice, Best Instrumental e Best Song, no Los Angeles International Music Video Festival (LAMV). Para o músico e ator, veio também o reconhecimento por sua atuação em musicais, quando foi indicado para muitos prêmios por sua atuação na montagem “A Cor Púrpura” – Prêmio Cesgranrio de Teatro, APTR, CENYN,  Bibi Ferreira, dentre outras indicações –, onde recebeu o Prêmio de Melhor Ator Coadjuvante pela APTR e pelo Botequim Cultural.

Leia Também: Leonardo Wagner fala do sucesso no México como ator de musicais

Desejo retornar aos palcos com o musical A Cor Púrpura. Acredito que pelo sucesso desse trabalho podemos retomar uma nova temporada tão logo seja possível.“, reflete Alan. No cinema, o ator está no elenco de “Doutor Gama” (Globo Filmes), longa-metragem de Jeferson De que também estreia em agosto. Mais um trabalho que retrata a época da abolição da escravatura do país, cinebiografia sobre a vida  do advogado abolicionista Luiz Gama (1830-1882), nascido de ventre livre, mas vendido pelo seu pai aos 10 anos. Também no cinema, aguarda a estreia do filme “Os Suburbanos”, do Rodrigo Sant’Anna. Alan também participa em episódio da nova temporada do humorístico “Tô de Graça”, do Multishow.

Com o ano de 2021 repleto de projetos sendo lançados na TV e no cinema, Alan Rocha planeja lançar mais duas músicas até o fim do ano, um novo videoclipe e aguarda ser convocado para os ensaios de um novo musical onde vai emprestar seu talento como um artista repleto de possibilidades – na atuação, na música, nas artes do seu país.

Deixe seu comentário!

Andy Santana

CEO do Soda Pop, fotógrafo, inquieto, formado em moda e que ama música. Não exatamente nesta mesma ordem!

Andy Santana has 7812 posts and counting. See all posts by Andy Santana

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: