Apostas musicais: Juliah, nasmore, Poli e muito mais

Em mais uma seleção de boas apostas musicais, destacamos diferentes estilos, artistas e principalmente idiomas. Tem opções para os diferentes moods, seja o seu animado, triste ou que procura se distrair da realidade. Confira nossos destaques:

Juliah
Sair Por Aí” é a primeira faixa do novo EP, Nunchi, da cantora Juliah. “O single é sobre levar alguém que me faz bem ou quem amo para dentro desse espaço tão vasto, mas que é só um pedaço desse infinito universo que compõe meu ser. É sobre deixar se levar pelas sensações do momento e assistir a alma vibrar em cores, como em várias partes me remeto ao sentimento da paixão e a conexão que nasce quando nos permitimos viver essas viagens” descreve a cantora.

Elaine Kristal
Falando de amor, Elaine Kristal aposta na parceria com Produk, e apresenta o clipe de “Love Over Living“. “Sinto que o mundo precisa de mais amor. Todos os nossos países passaram por tanta dor e perda. Esta música é sobre quem ou o que você mais ama. Porque sem amor, a vida não vale a pena ser vivida“, descreve a essência do single.

Dave Kensington
Durante a pandemia, Dave Kensington trabalhou alguns singles mas precisou se afastar após contrair o vírus. Depois de 6 meses ele retornou com o lançamento de “Paris s’ennuie”. Dave é um artista belga que vive entre Paris e Bruxelas. O clipe traz uma vibe saudosista assim como o som, que tem um perfume vintage repaginado.

Peter Lake
O Dj Peter Lake apresenta seu segundo single “Shadow Games“, que faz parte do EP “Blue“. O EP consiste em três faixas escritas pelo artista e explora alguns dos momentos mais preciosos da vida. “Shadow Games”, destaca o lado jovial do compositor. Inspirada em uma noite passada cuidando de uma criança precoce de sete anos que não quer ir para a cama a menos que entretida, a música encontra humor nas demandas da criança.

Nasmore
Adrenaline Storm” é a nova aposta de nasmore, uma música forte, potente e cheio de coisas a dizer. A batida forte do rock, endossada pela poderosa bateria e guitarra, tem seu charme com a voz que lembra o rock bem do início dos anos 2000.

Poli
Paul Clergerie, conhecido como Poli, lança seu primeiro EP L’Amour. Essas cinco músicas são um novo passo na já tumultuada vida do artista de 28 anos: após ter adotado o modo de vida australiano durante sua adolescência, ele deu seus primeiros passos na vida noturna parisiense organizando festas para Who’s Next, le Perchoir ou Jean-Louis la Nuit.

Através dessas cinco músicas com influências muito variadas (vamos do afrobeat ao funk, surfamos tanto nos anos 80 quanto nas produções modernas) Poli te leva ao universo dele que dá título ao disco: L’Amour (Love).

J. Adams
O cantor J. Adams vem dando provas atrás de provas da sua qualidade musical e vocal, com “Pressure” (feat. Roy Diddy), é mais uma prova de um R&B feito para ser eternizado. Com uma batida cativante e letra poderosa, o cantora vem escrevendo sua história.

Waahli
Waahli
, um artista de origem haitiana radicado em Montreal, lançou em 2020 o EP ”Soap Opera” juntamente com o single ”Bliye Sa” em julho do mesmo ano. O último projeto ”Derive” em colaboração com a cantora Webz, foi lançado em novembro de 2021, a música é uma mistura de afro-caribenhos e música latina com sabor de rap.

Melek
Melek
, é um artista franco-camaronês, e aposta na urban music e jazz, ao lançar seu single “Bibeges bi Jah“. Uma música calorosa, que encontra conexão com a música africana, com o jazz e com o afrobeat. A música traz uma paz e te faz um convite a se desligar da realidade pelo menos pelos 4min 18 que é o tempo da canção.

Cello Dante
Espaço Mágico” faz parte da ópera rock A Sombra e a Flor de Cello Dante, baseada em arquétipos junguianos e trazendo diversidade musical: prog, indie, blues, mundial, brasileiro e instrumental. A música tem as boas referências do rock nacional e traz uma estrutura textual rica e cheia de significados.

Bigmala
O rapper americano Bigmala lançou recentemente seu single “Dirty Water“, que tem uma levada urbana, com elementos africanos somados a batidas eletrônicas. O cantor planeja ainda para 2022 o lançamento de um álbum.

Edkub
Miturando ritmos, Edkub nos apresenta “Yaya“, sua nova aposta de trabalho. Com influências cubana e batidas latinas, a música é uma aposta para quem ama um bom jazz, mas repaginado com toques de salva e eletrônicos.

MPKS
O cantor francês MPKS acabou de lançar seu single “Hawk“, que chega acompanhado de um clipe com animação, e se passa do espaço. Esta faixa estará inclusa no seu primeiro álbum “The Sun Salvation” que deve ser lançando em abril de 2022.

Peter Lake
O single intitulado “Ghosts in Me” faz parte do EP Blue, e busca capturar a essência da perda e do luto. Peter Lake leva um momento para explorar a alucinação do luto, uma experiência sensorial específica que alguém pode sentir durante o processo de luto. Palavras assombrosas sobrepõem acordes leves de guitarra e acentuam as emoções desta faixa final.

Ghosts in Me” ainda dói. Para mim é sobre ser sincero. Não é estranho que possamos amar tanto alguém que, mesmo quando o objeto desse amor se foi, não desistimos? É irracional. Mas é também o que nos torna sinceros. É o que nos torna humanos. Amar tanto algo que, mesmo quando se foi, nos recusamos a deixá-lo ir, continuamos firmes. Se alguma coisa nós amamos mais. Alienígenas pensariam que nossa espécie é louca” revelou o artista

Elaine Kristal
Muitos de nós vivemos um relacionamento com aquela pessoa tóxica que nunca deixaremos de amar ou pensar, não importa com quem acabemos. “Tasted” da cantora Elaine Kristal é sobre essa toxicidade. Nós nos machucamos, mas muitas vezes ficamos. Ficamos, mas imaginamos estar longe. Olhamos para as estrelas e nos perguntamos se há alguém lá fora que é melhor para nós.

Deixe seu comentário!

Andy Santana

CEO do Soda Pop, fotógrafo, inquieto, formado em moda e que ama música. Não exatamente nesta mesma ordem!

Andy Santana has 8212 posts and counting. See all posts by Andy Santana

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: