Calina fala sobre o lançamento de “Caso Perdido”

A cantora Calina acaba de lançar o seu mais novo single, Caso Perdido, em todas as plataformas digitais. Para se aproximar um pouco mais de seu público, Calina respondeu a algumas perguntas e curiosidades sobre sua vida pessoal, carreira e planos futuros. Confira:

Soda Pop: Qual foi o seu primeiro contato com a música e o que te levou a se tornar uma cantora?
Calina: Eu sempre gostei muito de música, mas só fui pra este universo quando tinha 11 anos, que  comecei a fazer aula de música e canto com um professor filipino. Foi aí que me apaixonei por esse universo, e desde então não parei mais.

Eu sempre gostei muito do universo artístico, como sou muito próxima da minha mãe, a apresentadora Cláudia Tenório, conheci esse mundo de perto, mas mesmo assim, tinha muita dúvida de qual ramo eu gostaria de seguir. Quando eu comecei a compor e ter minhas inspirações musicais, eu tive a certeza que o que eu queria era ser cantora.

Leia Também: Simone & Simaria falam sobre parceria com Sebastián Yatra “No Llores Más”

SP: Quais são suas principais inspirações e influências na hora de escrever suas músicas?
Calina: Minhas inspirações são 100% as minhas histórias, eu procuro sempre colocar minha essência, minha verdade e meus valores nas minhas letras. Então eu faço questão de estar presente em tudo! Na composição, na produção de figurino, na produção de videoclipe. Acho que para eu ter um bom reconhecimento, preciso estar inteira no que eu estou fazendo.

Eu amo o Camilo, a TINI, o Sebastián Yatra. Eles são grandes inspirações para mim, são castores que transmitem muito suas verdades e é isso que eu quero passar para todos os meus seguidores e ouvintes.

SP: O seu primeiro e segundo single “Livro Aberto” e “Caso Perdido”, retratam uma mulher forte e objetiva, que coloca um ponto final no relacionamento para “curtir ela mesma”. Essas histórias se baseiam em acontecimentos reais? Como está sua vida amorosa no momento?
Calina: Sim! Os meus dois singles “Livro aberto” e “Caso Perdido” retratam esta mulher forte e objetiva que foi quem eu me tornei, após um relacionamento abusivo, no qual sofri bastante, mas que  aprendi muito. Acho que foi essencial para a minha vida, aprendi a me curtir,  aprendi a me amar, aprendi a me entender, saber quem eu realmente sou.

Hoje minha vida amorosa está bem diferente de quando eu escrevi essas duas músicas. Eu namoro, estou muito feliz e muito realizada no meu relacionamento. O João (João Pedro de Souza Iseppe) me faz muito bem, nós dividimos nossos sonhos e nossos sorrisos, acho que a gente tem uma sintonia muito forte, nós caminhamos juntos. Tanto ele me apoia e está ao meu lado nos meus sonhos, quanto eu, também, faço tudo para apoiá-lo nos sonhos dele, isso é essencial! Ele é minha melhor metade, me inspira muito nas minhas músicas, é meu alicerce.

SP: Nos conte mais como foi gravar “Caso Perdido”.
Calina: O dia que eu gravei Caso Perdido, foi um dia muito especial para mim e vai ficar para sempre na minha memória. Marcou muito o início do meu relacionamento, então eu olho para caso perdido e lembro de todas as emoções que eu estava sentindo em relação a aquela garota que estava apaixonada. 

Eu gravei o clipe com um dos meus melhores amigos, me senti muito à-vontade, mas, no começo, achava estranho. Eu estava apaixonada, mas tinha que atuar como se estivesse apaixonada por outra pessoa, e era um sentimento muito novo, recente! Mas foi uma gravação muito gostosa, onde estive com pessoas muito queridas ao meu lado. 

SP: O que podemos esperar da Calina no futuro?
Calina: Muita música! Eu tenho produzido muito, não tem um dia que eu vou dormir sem compor alguma música nova, sem pensar no que mais eu posso trazer para vocês. Eu estou muito empolgada, muito feliz e com certeza a Calina no futuro pretende trazer muitos projetos muito bacanas.

Deixe seu comentário!

Andy Santana

CEO do Soda Pop, fotógrafo, inquieto, formado em moda e que ama música. Não exatamente nesta mesma ordem!

Andy Santana has 7839 posts and counting. See all posts by Andy Santana

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: