J. Filipe da Mata apresenta o livro “Filho da Mãe”

Sozinho no apartamento em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes, ou cercado por 25 milhões de pessoas em Xangai, na China, o diplomata João Paulo passa a entender uma coisa sobre a vida: liberdade não existe sem solidão. Para onde quer que se mude ao redor do mundo, ele mergulha intensamente na cultura local e experimenta novos sabores, línguas e amores. Porém, mesmo em lugares incríveis, vive essa angústia interna silenciosa: a distância dos amigos e familiares. Nas pouco mais de 100 páginas de Filho da Mãe, o autor J. Filipe da Mata nos faz mergulhar na mente do jovem gay brasileiro que protagoniza esta história.

Como um eco da vida que João Paulo deixou para trás no Brasil, reverbera a notícia da morte de Zila, sua antiga babá. É neste momento que decide retornar ao país para comparecer ao funeral e, logo que chega, encontra com Zilo, filho órfão da cuidadora. Juntos, decidem embarcar em uma roadtrip até Minas Gerais para saber mais do passado da mulher que tanto os marcou. 

Leia Também: Felipe Cabral lança “O Primeiro Beijo de Romeu”

A viagem guarda descobertas profundas e faz João Paulo refletir sobre a proximidade com a babá, em contraste ao relacionamento distante com a mãe. Ao entender que foi um pouco filho de Zila também, deixa vir à tona mágoas, frustrações e sentimentos esquecidos há anos.  

Um dos destaques gráficos do livro é a ausência de travessões para indicar diálogos. Escrito em diferentes vozes, as frases pensadas e as frases de fato ditas são diferenciadas pelo posicionamento na página, em clara oposição. Segundo o autor, o recurso estilístico foi utilizado para refletir o arco narrativo vivido pelo personagem e a sua dificuldade de dizer o que pensa e sente.  

O romance é baseado em experiências do próprio escritor como homem gay pelo mundo: “muito do que está no livro, vivi em primeira pessoa: as descobertas de uma vida gay secreta no mundo árabe, os choques culturais na China, a solidão e a sensação de não pertencimento”. Por meio do personagem, João Filipe da Mata transmite alegrias e angústias que permeiam o dia a dia da comunidade LGBTQIAP+. 

Deixe seu comentário!

Andy Santana

CEO do Soda Pop, fotógrafo, inquieto, formado em moda e que ama música. Não exatamente nesta mesma ordem!

Andy Santana has 8645 posts and counting. See all posts by Andy Santana

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *