Musical “Ney Matogrosso – Homem com H” chega ao 033 Rooftop, em setembro

Depois do enorme sucesso do musical Silvio Santos Vem Aí, a produtora Paris Cultural escolheu homenagear o camaleônico cantor Ney Matogrosso, uma das figuras mais singulares da música e da cultura brasileiras. Trata-se do musical Ney Matogrosso – Homem com H, que estreia no dia 9 de setembro (sexta-feira) no 033 Rooftop, do Teatro Santander, localizado no Complexo JK Iguatemi, em São Paulo. 

O espetáculo tem texto de Emilio Boechat e Marilia Toledo, que assina também a direção ao lado de Fernanda Chamma, e direção musical de Daniel Rocha. Após um intenso processo de audições, o ator escolhido para viver o homenageado é Renan Mattos. Ao lado dele, estão também confirmados Vinícius Loyola (no papel de Cazuza) e Hellen de Castro (Rita Lee). 

Leia Também: Musical inédito Tempo Certo traz canções de Roberta Campos

A ideia de montar essa produção, de acordo com a diretora e autora Marília Toledo, surgiu depois que ela soube que seus sócios Marcio Fraccaroli e Sandi Adamiu tinham adquirido os direitos para realizar um longa-metragem sobre a vida de Ney Matogrosso. “Eu logo pedi para que eles também adquirissem os direitos para levar a história para o teatro. Tivemos um almoço com o Ney, quando pudemos compartilhar com ele nossa visão sobre esse espetáculo musical“, revela.

O musical chega para apresentar ao público essa figura tão importante para a nossa cultura, “algo obrigatório para qualquer brasileiro“, como considera Toledo. “A discografia de Ney Matogrosso passeia pelos compositores mais importantes do nosso país, o que reflete a nossa história. E sua história de vida é extremamente interessante. Ele sempre foi um homem absolutamente autêntico. Experimentou e ousou como nenhum outro artista, enfrentando os militares de peito aberto e nu, literalmente“.

Renan Mattos como Ney Matogrosso (Foto: Tiago Moraes)

Além da própria trajetória do homenageado, o musical discute um tema cada vez mais relevante para a realidade brasileira: a liberdade. “Principalmente, a liberdade de ser quem se é, a qualquer custo. Ney combateu a ditadura não com palavras, mas com sua atitude cênica, entrando maquiado e praticamente nu no palco e na televisão, na época de maior censura que o país já viveu. As ambiguidades que ele sempre trouxe para o público foram pauta na década de 70 e permanecem em pauta até os dias de hoje. Ele também sempre foi adepto do amor livre e deixou clara a sua bisexualidade desde o início“, destaca Toledo.

Elenco por ordem alfabética:

Adriano Tunes – Gérson Conrad
Arthur Berges – Vicente Pereira
Bruno Boer – Cover Ney Matogrosso
Dante Paccola – Ney jovem
Fábio Lima – Ensemble
Giselle Lima – Beíta 
Hellen de Castro – Rita Lee
Laura Carolinah – Regina Chaves
Marcos Lanza – Moracy do Val
Maria Clara Manesco – Luli
Maurício Reducino – Ensemble 
Natália Antunes – Dance Captain
Renan Mattos – Ney Matogrosso
Rhener Freitas – João Ricardo
Tatiana Toyota – Elvira 
Vinícius Loyola – Cazuza
Vitor Vieira – Matto Grosso 
Yudchi Taniguti – Frejat

Serviço:
Temporada:
 9 de setembro 30 de outubro de 2022
Sessões: sextas-feiras às 20h30, sábados às 15h30 e às 20h30, Domingo 15h30 e 20h.
Duração do espetáculo: 2 h (com 15 minutos de intervalo)
Local: 033 Rooftop (cobertura do Teatro Santander)
Capacidade: 313 lugares
Setores e preços:  Setor VIP R$ 250,00 e Setor 2 R$ 75,00
** Clientes Santander possuem 15% de desconto nas compras no bar do 033 Rooftop

Deixe seu comentário!

Andy Santana

CEO do Soda Pop, fotógrafo, inquieto, formado em moda e que ama música. Não exatamente nesta mesma ordem!

Andy Santana has 8571 posts and counting. See all posts by Andy Santana

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *