WePlay chega ao mercado como a 1ª plataforma de streaming de shows de música do Brasil

Só quem já vivenciou a experiência de assistir a um grande show musical sabe o que é sentir a vibração do corpo na batida do som e a comunhão de energia com as outras pessoas que estão ali, do começo ao fim. É o refrão que não sai da cabeça e nem do coração e um flash de história que fica eternizado.

Para resgatar essa força de consagrados shows atemporais da música brasileira, chega ao mercado de streaming a WePlay Music Tv. Trata-se de uma plataforma de Video on Demand (VoD), desenvolvida no Brasil, que vai ao encontro do resgate de memórias afetivas e tem como propósito a valorização dos compositores, artistas, músicos e, consequentemente, da cultura do País.

Leia Também: Globo colocará no ar duas novelas das nove ao mesmo tempo

O lançamento inova ao trazer para o público uma alternativa de nicho, explorando a segmentação dentro do streaming. Para os usuários há possibilidades de impacto diversificado. As pessoas com mais de 35 anos podem resgatar memórias afetivas e experimentar uma nova história revivendo aquela trilha sonora inesquecível. Já os mais jovens podem se conectar com ícones da música nacional, ampliando referências e descobrindo novas emoções. Tudo com a exibição dos shows na íntegra, sem fragmentações ou interrupções por propaganda.

Outro ponto importante é que a WePlay já nasce com um propósito de valorização dos artistas e músicos atrelado ao seu modelo de negócios. Na prática, isso se traduz na remuneração não só dos artistas e compositores, mas dos músicos acompanhantes que participaram de cada show, por meio do pagamento de direitos conexos.

Leia Também: Gabriel Elias vira apresentador de programa de viagens

Adicionalmente, a proposta da nova plataforma de streaming também favorece os artistas e, consequentemente, as gravadoras ao revitalizar grandes catálogos que estão sem monetização ou com redução acentuada de receita devido à queda nas vendas de mídias físicas, como o DVD.

Estatisticamente, o Brasil sempre foi líder mundial nas vendas de DVDs. Porém, os últimos anos evidenciam a mudança de comportamento no consumo de mídia. Entre 2016 e 2019, as vendas dos aparelhos reprodutores de DVD despencaram de 1,1 milhão de aparelhos para 373 mil. Esse movimento levou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) a oficializar o fim da “era” dos DVDs no País, cenário que deixa um acervo perdido neste “novo” momento de consumo de entretenimento.

Para Maria Rita Lunardelli, fundadora e CEO da WePlay, o cenário para o modelo de negócios é bastante propício, considerando que, segundo levantamento feito pelo Datafolha, a população brasileira é a que mais consome a própria música. A meta da empreendedora é bater a marca de 100 mil usuários no primeiro ano de operação.

Leia Também: Onda Boa com Ivete, estreia na HBO Max

A WePlay está disponível tanto para acesso via navegadores de computador e outros dispositivos conectados, quanto com aplicativo para iOS e Android. A adesão à plataforma pode ser feita por dois tipos de planos, com assinatura mensal. Uma é individual e dá direito a acesso para uma tela. Já o plano familiar permite quatro telas conectadas simultaneamente.

O valor da assinatura mensal individual é de R$ 23,90 e o plano família com valor de R$ 43,90. Durante a campanha de lançamento, todos podem experimentar a WePlay por 30 dias gratuitos e assistir quantos shows quiser.

Deixe seu comentário!

Andy Santana

CEO do Soda Pop, fotógrafo, inquieto, formado em moda e que ama música. Não exatamente nesta mesma ordem!

Andy Santana has 8212 posts and counting. See all posts by Andy Santana

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: