Galpão do Folias celebra o Carnaval com programação especial

Depois de dois anos de pandemia é com imenso prazer que o grupo Folias coloca as suas arquibancadas para fora do Galpão do Folias e ocupa a rua Ana Cintra em uma tarde de domingo com programação de dança, música e teatro para todas as idades, especialmente pensada para comemorar os 22 anos de espaço aberto ao público.

Poder reabrir as portas depois dos difíceis anos que passamos e transformar a rua em um espaço de arte e convívio já é em si motivo para muita festa. Mas esta data também comemora a finalização do projeto “O tempo somente é porque algo acontece e, onde algo acontece, o tempo está” que realizou diversas atividades que discutem o racismo estrutural em nossa sociedade, abalando muito de nossas estruturas e que agora culmina com o lançamento do Caderno nº 18 do grupo que abre a programação às 14h.

Leia Também: Parada do Orgulho LGBT de São Paulo anuncia sua volta presencial

O Caderno nº 18 se debruça nas histórias não contadas de mais de 500 anos de invasões, massacres e sequestros e conta com a dramaturgia original de Paloma Franca Amorim produzida para a montagem do espetáculo 7PISOS. 7 mapas produzido em parceria  com o artista experimental Glaucus Noia e textos importantes de convidades como Débora Rodrigues, Eugênio Lima, Lian Gaia e Mafalda Pequenino.

Na sequência teremos a apresentação de “Pequenos Concertos – Contrapunto” da Cia Eltino e Hasta Las Manos, um espetáculo para todas as idades composto por números musicais que dialogam com as tradições musicais e com as releituras técnicas e dramatúrgicas do teatro de bonecos. Sem texto, a narrativa é conduzida pela música que dá vida aos bonecos. Depois vem o espetáculo “O Vendedor de Verdades” da Cia Canina de Teatro de Rua e Sem Dono com uma fábula da atualidade: a história da palhaça que realiza uma saga pelo mundo para trocar uma verdade de mentira e receber seu dinheiro de volta. A peça, baseada em um conto original, é uma saga de palhaçaria épica e non-sense que questiona o que são as verdades e as maneiras com as quais são criadas e vendidas.

Leia Também: Jurassic Safari Experience – Diner Adventure volta à São Paulo em novo formato

O espetáculo “Bocaaaaaaa” de Allyson Amaral é um manifesto do e para o corpo. O corpo a ser mastigado, devorado e transformado será a terceira atração da tarde. Uma dança de acontecimentos, dinâmicas, giras, gingas, esquivas, rodopios e virações. Palavras mastigadas. É na relação entre corpo, tambor, ritmos e sons que se busca a conexão entre o visível e o invisível, a fazer mover a energia (o axé) que nos rodeiam e nos acompanham.

E finalizando a ocupação, como parte do Carnaval fora de época em São Paulo, teremos a Cumbia Calavera, um grupo latinoamericano que propõe uma releitura instrumental de cumbias clássicas e que apresenta também composições próprias, difundindo melodias e elementos rítmicos da cumbia chicha, da cumbia colombiana e da música folclórica andina. Formada por integrantes vindos de diversos países – Argentina, Brasil, Chile, Cuba, Togo e Uruguai, o grupo se apresenta de forma performática, baseada na iconografia da Fiesta de los Muertos do México.

Serviço:
Dia 24 de Abril, domingo, das 14h às 20h
Local: Galpão do Folias – Rua Ana Cintra, 213 – ao lado do metrô Santa Cecília
Ingressos: Gratuito
Link: www.galpaodofolias.com
14h – Lançamento do Caderno e do Conversas e comemoração de 22 anos de Galpão do Folias
15h – Pequenos Concertos – Contrapunto – Cia Eltino e Hasta Las Manos
15h30 – O Vendedor de Verdades – Cia Canina de Teatro e Rua e Sem Dono
16h30 – Pequenos Concertos – Contrapunto – Cia Eltino e Hasta Las Manos
17h – Bocaaaaaaa – Alysson Amaral
18h – Cumbia Calavera

Deixe seu comentário!

Andy Santana

CEO do Soda Pop, fotógrafo, inquieto, formado em moda e que ama música. Não exatamente nesta mesma ordem!

Andy Santana has 8206 posts and counting. See all posts by Andy Santana

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: