Jenni Mosello lança novo single ‘C.Alma’ e fala de ansiedade

Ter os planos e sonhos interrompidos por conta da pandemia, foi uma realidade de todo mundo, alguns lidaram bem com o home office, outros tiveram sérios problemas de saúde devido à imposição de isolamento e quarentena que os governos decidiram tomar, para tentar frear o avanço da Covid-19 no país. A cantora Jenni Mosello que está lançando o single “C.Alma” teve esta batalha interna com a ansiedade e conseguiu externar através da música, e através dela, tenta levar esperança aos seus fãs.

Soda Pop: “C.Alma” nasceu de um processo de crise de ansiedade causado pela pandemia de Covid-19. Muitas pessoas estão passando por sentimentos parecidos, o que pretende transmitir com este novo trabalho?
Jenni Mosello: Eu acho que essa música serviu como um momento catártico, coloquei para fora tudo o que eu precisava ouvir, como um grito de socorro para mim mesma, que acabou virando música. E me ajudou muito a sair dessa crise de ansiedade, dessa fase muito complicada. Foi através dessa música que eu consegui externalizar essa sensação horrível. E coloquei ela no mundo porque senti a necessidade e para que, talvez, ela ajude alguém que está passando pelo mesmo sentimento. Como um recado de que é melhor deixar sair tudo de dentro da gente do que ficar guardando. É um grande grito de libertação, e espero que chegue nas pessoas dessa mesma maneira. Essa é a intenção.

SP: O que te ajudou a superar esta fase angústia que o confinamento causou em você?
JM: O que me deixou sã ao longo desse período, que infelizmente ainda não passou, é realmente a música. É minha válvula de escape, é onde eu consigo colocar todas essas angústias para fora, dar nome às coisas, e ver que, às vezes, os monstros que colocamos nas nossas cabeças são menores do que a gente imagina. E a música fez exatamente isso para mim. A música e alguns brigadeiros, vamos dizer assim. E claro, meu psicólogo, sem ele eu estaria surtando.

Leia Também: Sem Drama: conheça ALVA e seu novo EP

SP: Quais são os próximos projetos para este ano? O que pode nos adiantar?
JM: Queria muito poder lançar tudo para todo mundo ouvir, mas, como sou uma artista independente, preciso planejar cada passo que eu dou para que a música não suma. Mas podem esperar muita música, todas elas vindas do fundo do meu coração, com muito carinho e verdadeiras, sobre sentimentos que eu acho válido trazer à tona e fazer a gente refletir sobre algumas coisas. Não vejo a hora de mostrar a todos!

Na produção audiovisual, Jenni simboliza essa confusão emocional e a necessidade de se libertar, construindo uma narrativa que usa desde elementos modernos às artes clássicas, que é uma de suas paixões, como já demonstrou em outros trabalhos.

Deixe seu comentário!

Andy Santana

CEO do Soda Pop, fotógrafo, inquieto, formado em moda e que ama música. Não exatamente nesta mesma ordem!

Andy Santana has 7936 posts and counting. See all posts by Andy Santana

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: