O musical “O Jovem Frankenstein” chega à São Paulo para temporada

Lançado nos cinemas há quase cinco décadas, O Jovem Frankenstein (1974) já pode ser considerado um clássico da comédia e um exemplar perfeito da genialidade de Mel Brooks, cuja obra influenciou algumas gerações de artistas e ajudou a moldar o humor feito até hoje em todo o mundo. A história – uma sátira aos filmes de terror e ficção científica – ganhou adaptação para teatro musical em 2007 e trilhou trajetória de sucesso na Broadway, com centenas de apresentações. 

A partir de 19 de janeiro, finalmente será a vez de o público de São Paulo conhecer o musical O Jovem Frankenstein em uma versão original e inédita, criada por Charles Möeller & Claudio Botelho e produzida pela Aventura com a Möeller&Botelho, que estreou em agosto no Rio de Janeiro. 

Leia Também: Claudia Raia e Jarbas Homem de Mello voltam aos palcos em “Tarsila, a Brasileira” 

O palco do Teatro Bradesco receberá a estreia paulistana desta superprodução, que ganhou um elenco repleto de talentos do humor e do musical, formado por Marcelo Serrado, Dani Calabresa, Totia Meireles, Malu Rodrigues, Fernando Caruso, Bel Kutner, Claudio Galvan, Hamilton Dias e muitos outros, além de uma orquestra com nove músicos, sob a regência e a direção musical do maestro Marcelo Castro. A coordenação artística é de Tina Salles.

O Jovem Frankenstein conta a história do Dr. Frederick (Marcelo Serrado), neurocirurgião que dá aulas em uma Faculdade de Medicina sobre o sistema nervoso central. Ao descobrir que recebeu de herança de seu avô, Victor Frankenstein, um castelo na Transilvânia, o médico viaja até lá e conhece o livro deixado pelo parente ilustre sobre a experiência em reanimar mortos. Ele resolve, então, fazer uma experiência e reativar a teoria do avô, mas as coisas não saem muito como o esperado.

Leia Também: Núcleo Experimental celebra a vida e a obra de Hebert Daniel no musical “Codinome Daniel”

O filme e, posteriormente, o musical foram inspirados no clássico Frankenstein, escrito pela britânica Mary Shelley e publicado em 1818, considerado um pioneiro na ficção científica. O protagonista do romance é justamente Victor Frankenstein, um estudante que constrói um monstro em seu laboratório. Mel Brooks utiliza o universo dos filmes de terror para construir uma hilariante sátira, marcada pelo deboche que o tornou célebre em trabalhos como Os Produtores – outra bem-sucedida adaptação para o teatro musical de uma obra cinematográfica sua. 

Serviço:
Teatro Bradesco (Rua Palestra Itália, 500 – Bourbon Shopping São Paulo – Perdizes)
www.teatrobradesco.com.br
Duração: 120 min.
Classificação: Livre
Acessibilidade
Ar-condicionado
Capacidade: 1439 pessoas
Datas: 19 de janeiro a 10 de março
Horários: Quintas e Sextas – 21h
Sábados – 16h e 21h
Domingos – 16h
Ingressos: De R$37,50 a R$150
Obs.: Confira legislação vigente para meia-entrada.

Deixe seu comentário!

Andy Santana

CEO do Soda Pop, fotógrafo, inquieto, formado em moda e que ama música. Não exatamente nesta mesma ordem!

Andy Santana has 8565 posts and counting. See all posts by Andy Santana

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *